Júnior Rocha cursa Licencá A da CBF no Rio de Janeiro na Granja Comary.

Júnior Rocha segue buscando aperfeiçoamento constante e Cursa Liçenca A no Rio de Janeiro.

Poconé e Luverdense encerraram a quarta rodada do Mato-grossense na manhã desta segunda-feira (15). O jogo no Neco Falcão terminou em 1 a 0 para o Lec, líder do Grupo A com dez pontos, enquanto o PEC segue na lanterna com apenas um.

 

O Luverdense dominou o jogo durante os primeiros 39 minutos, quando o meia Gustavo Marmentini foi expulso após agredir Tatíco do Poconé. A partir daí, o PEC saiu do sufoco e passou a acreditar que poderia sair com a vitória.

Na segunda etapa o confronto ficou equilibrado, pois o Poconé, inferior tecnicamente, não conseguiu exercer uma pressão de quem está com um homem a mais. O Lec, por sua vez, adotou uma postura mais conservadora, levando perigo em poucos lances.

Numa dessas oportunidades, o time conseguiu o gol da vitória. Após cruzamento de Lucão, Rafael Silva abriu o placar aos 32’ da segunda etapa. Ambos vieram do banco de reservas e deram a vitória na raça para o Verdão do Norte.

Brilhou a estrela do técnico Júnior Rocha.

 

O Luverdense voltou a golear pelo Campeonato Mato-Grossense. Depois de fazer 5 a 1 no Operário VG, o Verdão do Norte marcou 4 a 0 no Cacerense na noite desta quinta-feira, no estádio Egídio Preima, em Sorriso. O resultado levou o time à liderança isolada do grupo A, com sete pontos. Para o treinador Júnior Rocha, a entrega dos jogadores (principalmente do ataque) mais uma vez foi fundamental para o triunfo da equipe. Ele citou a dificuldade em enfrentar um adversário que veio fechado o jogo inteiro.

- A partida foi difícil no início, eles vieram muito compactos na defesa, com o propósito do contra-ataque e escalaram atletas velozes pra isso. Mas soubemos controlar bem e tivemos mais intensidade. O time roubou muita bola, principalmente o pessoal do ataque que cumpriu bem a função. Correram demais ali na frente e isso nos ajudou muito. A bola já chega mascada lá atrás - disse à rádio Atitude.

  Depois da goleada sobre o Operário VG, por 5 a 1, o elenco ficou com a moral elevada e espera aproveitar a pausa na tabela do estadual para aprimorar o físico e a parte técnica nos treinamentos programados para o feriado. A equipe só volta a campo no dia 11 de fevereiro, contra o Cacerense, em Sorriso.

 

- Fizemos dois jogos seguidos em cinco dias e agora teremos um tempo para assimilar como foi o nosso desempenho tático e físico nas duas partidas. No próximo mês começamos outro campeonato simultaneamente e iremos melhorar nestes dois aspectos. Vamos trabalhar durante essa semana e continuar evoluindo neste começo de temporada - disse o treinador Júnior Rocha.

O treinador Júnior Rocha comemorou a goleada do Luverdense sobre o Operário VG por 5 a 1, conquistada nesta quinta-feira, em Sorriso. Ele elogiou a disposição tática dos atletas, mas alertou sobre as dificuldades da partida principalmente no primeiro tempo. Depois, na segunda etapa, o time deslanchou tanto fisicamente quanto na parte técnica.

- No futebol temos que nos exigir sempre, não tem jeito. O Operário jogou fechado, apostando no contra-ataque. Quem vê o placar não diz o que foi o jogo, muito difícil. É mérito total do meu grupo, que está muito determinado. O desgaste foi grande, colocamos pressão na marcação - disse o treinador à rádio Atitude.

O treinador Júnior Rocha deixou o gramado do estádio Gigante do Norte com um misto de sentimentos. O Luverdense empatou sem gols com o Sinop na estreia do Campeonato Mato-Grossense e somou o primeiro ponto na tabela do grupo B. Para ele, o time ainda tem muito a evoluir, mas viu boa aplicação tática do novo grupo, principalmente em comparação com o ano passado.

 

- O começo é sempre dolorido para os olhos de quem vem assistir. Mas vejo um futuro promissor da nossa equipe. A organização foi dentro do que esperávamos. No ano passado, o time demorou a pegar o ritmo, mas agora é diferente. Eles pegaram rápido o que pedimos. Porém, a parte técnica, de transições e posse de bola, triangulações, isso tem que melhorar bastante. Mas já sabíamos dessas dificuldades. É um time praticamente novo - disse Rocha à rádio Atitude.

"Quando jogador vem pra cá, a diretoria já avisa que tem um louco por tática aqui". As palavras do treinador Júnior Rocha resumem bem sua linha de trabalho no Luverdense, que se prepara para a estreia no Campeonato Mato-Grossense, marcada para este domingo, contra o Sinop. Cheio de caras novas para a temporada - foram 15 reforços - o comandante tem o desafio a mais de conseguir implantar a filosofia do clube aos novos jogadores.

- Nem sei qual a palavra certa, mas concordo que sou maluco por tática. Porque nós temos a ciência que uma equipe organizada dificilmente vai perder para uma desorganizada. Vai deixar menos espaços, vai colocar a bola no lugar certo. Minha parte eu procuro fazer a mais perfeita possível. Ninguém consegue atingir a perfeição, mas é preciso tentar - disse Rocha.

Após acesso, Júnior Rocha elogia jogadores e pede título da Série C

- Bom demais esse acesso, essa vitória, esse sonho realizado. Alcançamos nosso objetivo. Deu tudo certo e mostramos que o Luverdense veio para ficar. Mas queremos mais. Vamos em busca do título na Série C – disse o treinador ainda no gramado do Estádio Passo das Emas.

 

 

- Eu sempre falo pra eles o quanto é bom ganhar, conquistar objetivos. Fui jogador e sei como é essa emoção. Fizemos história no futebol mato-grossense e todos merecem passar por isso, pois nos esforçamos muito para chegar nesse momento.

Treinador Júnior Rocha comemora semana livre no Luverdense

O Luverdense chegou à liderança isolada do grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro, com a vitória sobre o Brasiliense-DF por 1 a 0, no Estádio Passo das Emas. Com o triunfo, o time chegou aos 26 pontos e o treinador Júnior Rocha voltou a elogiar a entrega dos jogadores, além de comemorar a semana cheia de trabalho, após uma sequência de jogos pela Série C e Copa do Brasil.

 

- Estávamos em um batidão de partidas e agora podemos descansar nossos jogadores. Será uma semana boa para recuperar todos e trabalharmos ainda mais a parte tática, que tem sido um dos nossos diferenciais ao longo das partidas – disse Rocha.

Ex-atleta do Luverdense, Júnior Rocha enaltece torcida e jogadores

  O treinador Júnior Rocha não conteve a emoção ao fim da partida que classificou o Luverdense para as oitavas de final da Copa do Brasil. Ex-jogador do time, ele afirmou que jamais sentiu tanta alegria em sua carreira no futebol. Com apenas 32 anos e cinco jogos no comando do Verdão do Norte, ele enalteceu a determinação e a entrega de seus jogadores.- Mantemos um padrão de jogo do início ao fim. Estou muito contente com a aplicação desses jogadores. Se estamos em um momento histórico é mérito de todos que se entregaram do início ao fim – disse Rocha.

De centroavante em 2009, a comandante do time que conquistou o acesso

Estava escrito em algum lugar desse planeta, que o Luverdense, nascido em 2004, um dia se tornaria grande. A escrita se confirmou na tarde do último domingo, quando o clube conquistou o acesso para a série B do campeonato Brasileiro.

 

Um dos responsáveis pelo feito é o jovem treinador Júnior Rocha. Com apenas 33 anos de idade, ele optou por abandonar a carreira de centroavante para virar treinador. Em seu primeiro trabalho, a beira do gramado, Júnior Rocha conseguiu o que outros treinadores, experientes, não conseguiram. (2005 Jorge Likmeier), (2008 e 2009 Tarcisio Pugliesi), (2010 e 2011 Lisca) (2012 Dado Cavalcanti), todos tentaram, mas só Júnior Rocha conseguiu.

Fortaleza: “Temos condições de vencer lá”, diz técnico do Luverdense

O Luverdense chegou a estar na frente do placar, que o colocaria na liderança do Grupo A da Série C, mas cedeu o empate diante do CRB. Entretanto, o tropeçou não desanimou o técnico Júnior Rocha, que acredita em bom resultado contra o Fortaleza.

 

Júnior Freitas fez questão de frisar que confia na classificação do seu time. “Ainda restam três jogos para o término da primeira fase e só depende de nós”. E completou: “não está morto quem peleia”.

Júnior Rocha retoma a carreira de Técnico

O ex-atacante Júnior Rocha, ex-15 de Novembro, Ulbra e outras tantas equipe do nosso futebol gaúcho, retoma a carreira de técnico. Longe daqui é claro, em Mato Grosso.

 

No Luverdense, onde foi ídolo quando ainda estava em campo. Por lá, comanda a equipe sub-19 e ainda auxilia o técnico Roberval Davino do profissional. Em três jogos na casa mata da gurizada, o professor Júnior conquistou uma vitória e dois empate. Ainda não conhece o gostinho da derrota.

Junior Rocha comanda primeiro trabalho no Luverdense

  O técnico interino do Luverdense Júnior Rocha comandou na tarde deste sábado o primeiro treinamento com o grupo de jogadores, após a saída de Roberval Davino.
 
  O treinador que comandou o sub-19 na conquista de uma vaga para a copa São Paulo de Juniores, do ano que vem fará sua estréia no comando dos profissionais na próxima terça-feira, contra o Rio Branco do Acre, no estádio Passo das Emas. A partida é válida pela terceira rodada da primeira fase da série C.

Please reload